Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Regularizadas casas populares de FSSul

No dia 18 de outubro, a Administração municipal de Flor da Serra do Sul esteve conversando com os moradores do bairro Industrial, a respeito da regularização de um antigo projeto habitacional de 19 casas populares, construídas a mais de 12 anos. Não havia divisão dos lotes, era um terreno único abrangendo os 19 lotes onde foram construídas as casas populares. A partir dessa regularização será possível, dividir o terreno, ter as matrículas individuais e assim resolver um problema que só se agravou com o passar dos anos.

Nestes mais de 12 anos muitos mutuários acabaram vendendo a própria residência, mesmo sem tê-la, registrada e averbada. Os conhecidos contratos de gaveta. A administração municipal preocupada em regularizar essas moradias, encaminhou toda a documentação, para que organizassem as matrículas, as medições e divisão dos terrenos. Os moradores do bairro vão organizar as documentações, comprovar a residência na casa e assim poder escriturar a casa na sua respectiva matrícula.

Será feito o cadastramento dos proprietários atuais, que terão de comprovar a residência na moradia, além de levar os documentos pessoais. Esta documentação individualizada será encaminhada ao setor jurídico da Prefeitura, posteriormente o projeto de lei de regularização será enviado à Câmara de Vereadores, depois de aprovado pelos vereadores, será encaminhado ao cartório para que seja feito o registro da escritura na matrícula, assim transferindo efetivamente a propriedade do bem!

Segundo o morador de uma das casas populares do bairro, Demétrio Dalacorte, foi um fato histórico. Ele conta que já tem algum tempo que estavam reivindicando essa regularização, e hoje estão felizes com esse início. “Vai ser ótimo pra gente. Estamos felizes porque logo, logo vamos ter a documentação em mãos, ser dono de verdade. Batalhamos junto com a vizinhança, para cobrar do município e agora estamos com esse feito quase concretizado” comenta Demétrio.

“Fazia muito tempo que tínhamos que fazer essa regularização, era uma promessa, uma responsabilidade da nossa gestão. Conseguimos fazer a matrícula desses terrenos e agora vamos fazer um projeto de lei para regularizar a escritura destas residências que os moradores já estão morando há muito tempo” finaliza a Prefeita Lucinda.