Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Em menos de 1 ano furtos reduziram 40%

O 21º Batalhão de Polícia Militar de Flor da Serra do Sul, realizou uma prestação de contas a população no início deste mês. Os números levantados consideraram 12 meses de 2018 em relação aos 11 meses de 2019. Além de ser realizada a prestação de contas, também foi entregue a carta consecutiva ao conselho comunitário de segurança. Segundo o Comandante da DPM de Flor da Serra do Sul, Cabo Edinilson Antônio Dapper os projetos de segurança tiveram início no dia 6 de março de 2017.

O Coordenador Estadual do CONSEGs Coronel da Polícia Militar do Paraná, Chehade Elias Geha, fez a entrega da carta, enfatizando o reconhecimento do Governo do Estado do Paraná para com os conselhos comunitários de segurança formados nos municípios.

Para o recebimento da carta existe um decreto estadual que estabelece todas as normas para a conquista desse decreto. A entrega desse decreto existe exatamente para combater os índices de criminalidade, quando altos para reduzir e enquanto baixos melhorar ainda mais ou manter.

“O conselho comunitário de segurança sem a comunidade não é conselho comunitário. O conselho comunitário de segurança é a voz do povo, onde podem exigir das autoridades as suas ações e exercer a sua condição de cidadania. Participe venha transformar seu município em exemplo para o Estado e Brasil” destaca o Coronel Chehade.

Na prestação realizada, foi comparado os dados de 2018 desde 1º de janeiro a 31 de dezembro com os dados de 2019, desde 1º de janeiro a 29 de novembro. Na categoria Furtos – Índice geral, no ano de 2018 tiveram 45 furtos, já neste ano houve 27 furtos, tendo a redução de 40% de números de furtos.

Em furtos de motocicletas em 2018 houve um furto e neste ano também ocorreu um furto. Já em furtos de animais no ano passado houve seis furtos e neste ano a mesma quantia. Os índices dos furtos de motocicletas e animais foi mantido. A motocicleta furtada em 2019 foi recuperada na Argentina. Dos furtos de animais em 2018, dois foram recuperados, sendo que em 2019, dois tiveram os autores identificados.

Em furtos a residência e cooperativas houve diminuição de 100% de números de furtos ocorridos. Segundo o Cabo Edinilson nos casos de furtos em residência, foram em sua totalidade por descuido das vítimas, sem sinais de arrombamento.

Já na categoria crimes no comércio, não possuem índices de furto qualificado há três anos. Nenhuma situação de estelionato. Em 2018 houve um crime de moeda falsa e os autores identificados, no ano de 2019 houve três crimes de moeda falsa, tendo os autores identificados e o processo está em andamento pela polícia federal de Cascavel.

Na categoria busca e apreensão, em 2018 tiveram três casos e neste ano tiveram cinco casos. Mandados de prisão em 2018 tiveram oito mandados e em 2019 tiveram sete mandados de prisão.

Neste ano nenhuma ocorrência de roubo foi registrada. “A criminalidade costuma fazer uma análise antes de agir. Nesse ponto estão encontrando dificuldades, pois possuímos um policiamento eficaz e uma população comprometida com a segurança” destaca o Cabo Edinilson.

No ano passado houve um homicídio e neste ano também houve um homicídio. Em ambos os casos, após empenho das equipes, os autores foram identificados e presos, estando a disposição da justiça.

Na categoria ocorrências, em violência doméstica no ano passado houveram 13 ocorrências e neste ano 12. Em tráfico de drogas em 2018 teve uma ocorrência e em 2019 duas ocorrências. Em recuperação de veículos no ano passado houve sete, já em 2019 houve quatro. Nas ocorrências de posse e porte de armas, em 2018 houve três e neste ano houve seis.

Nas ocorrências foram recuperados: dois automóveis, uma motocicleta, um caminhão. Além de ser apreendido de 109kg de maconha e duas plantas de maconha. Também foram apreendidos seis armas de fogo e 171 munições.

Nas ocorrências de contrabando ou descaminho neste ano foram atendidas 11 ocorrências, 16 veículos aprendidos, aproximadamente 500 caixas de vinho apreendidas, 1.375 kg de pó cerâmico de catalisador apreendido, além de 60 caixas de desodorante apreendidas.

Em operações policiais este ano tiveram 33 operações, 8.353 pessoas abordadas, tendo sido em média 25 pessoas por dia, 4.059 veículos abordados, média de 12 veículos por dia. Em 2019, 56.704 quilômetros rodados, tendo média de 169 quilômetros rodados por dia.

“Quero esclarecer que o aumento dos índices de resolução de crimes se deu, em grande maioria pela aproximação da sociedade com a polícia. Compreenderam que nossa atitude não é prejudicar as pessoas, mas sim ajudar, que as abordagens são necessárias para conhecermos e sermos conhecidos. Trazendo confiabilidade para o serviço policial” esclarece o Cabo Edinilson.